Hipotireoidismo afeta desempenho de atletas

Além de dificultar a perda de peso e o ganho de massa muscular, a doença aumenta cansaço e dificulta concentração

Karina Toledo, O Estado de S.Paulo

15 de fevereiro de 2011 | 00h00

Especialistas em fisiologia do esporte ouvidos pelo Estado afirmam que o hipotireoidismo prejudicaria Ronaldo mesmo que o jogador tivesse se submetido a tratamento com hormônios. "A maioria dos afetados consegue levar vida normal com a reposição, mas para um atleta de alto rendimento a exigência é maior. Isso somado ao histórico de lesões de Ronaldo torna a situação muito desfavorável", declarou o fisiologista Paulo Zogaib.

Além de dificultar a perda de peso e o ganho de massa muscular, o hipotireoidismo aumenta o cansaço e dificulta a concentração. A doença é causada pela disfunção na glândula tireoide, localizada no pescoço, responsável por produzir hormônios que regulam o metabolismo e o funcionamento dos órgãos. O problema é cerca de seis vezes mais comum em mulheres e em 95% dos casos tem origem autoimune.

Para Ricardo Nahas, diretor da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, o hipotireoidismo não foi a causa da aposentadoria do Fenômeno, mas foi um dos fatores que precipitaram a decisão. "A gente sabe, por experiência, que os atletas não param por um único motivo. Ronaldo já tinha problemas nos joelhos, já estava com uma certa idade. Não parou por isso (hipotireoidismo), mas com certeza o problema pesou."

Uma das primeiras declarações na entrevista coletiva de ontem, na qual falou da aposentadoria, foi justamente sobre o peso. "Há quatro anos, descobri, no Milan, que sofria de um distúrbio que se chama hipotireoidismo, distúrbio que desacelera o metabolismo, e para controlar isso teria de tomar uns hormônios que no futebol seriam doping. Então muitos aqui devem estar arrependidos de terem feito chacota do meu peso." Médicos do esporte, no entanto, dizem que os hormônios usados no tratamento não estão na lista de substâncias proibidas. E, mesmo que estivessem, Ronaldo poderia conseguir autorização para utilizá-los.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.