Hoje é dia de muito trabalho. Mas fora da pista

Pilotos, engenheiros e mecânicos terão reuniões em busca da melhor configuração do carro

Wilson Baldini Jr., O Estadao de S.Paulo

13 de março de 2010 | 00h00

Hoje é dia de muito trabalho para pilotos, engenheiros e mecânicos no Anhembi. Mas fora da pista. Muitas reuniões estão previstas na tentativa de buscar a melhor configuração do carro para um circuito inédito. Pouco se sabe dos 4.180 metros, mas a experiência das equipes na disputa de provas de rua deve ajudar na hora de ajustar os detalhes. "Vai ser difícil para todo mundo. É um trabalho em conjunto. O piloto precisa decorar rapidamente o traçado, os engenheiros calculam um ajuste correto para a suspensão. Dessa forma, o trabalho para o treino de classificação fica mais facilitado", disse Hélio Castro Neves, da Penske, um dos favoritos para a vitória de domingo e também para a conquista do título na temporada.

Tony Kanaan, outro brasileiro com chances de triunfo, pensa da mesma forma do rival e amigo. "Ninguém conhece a pista, então a condição é igual para todo mundo", afirmou o piloto da equipe Andretti.

O circuito de Long Beach, uma das pistas de rua mais tradicionais, é a referência para todos no Anhembi. Segundo Joe Barbieri, representante da Firestone - fornecedora oficial de pneus na categoria -, foram trazidos para o Brasil compostos semelhantes aos utilizados no traçado californiano.

O traçado da prova será totalmente fechado hoje às 22 horas. Amanhã pela manhã serão disputados os treinos livres a partir das 9 horas. A definição do grid ocorrerá das 15h30 às 17 horas. Domingo, o warm up será das 9h às 9h30. A prova começas às 13 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.