Jonne Roriz/AE
Jonne Roriz/AE

'Hoje é o meu dia', comemora Kitadai após levar bronze

Após vencer repescagem, judoca garante primeira medalha para o Brasil na Olimpíada

AE, Agência Estado

28 de julho de 2012 | 12h34

LONDRES - Depois de conquistar a medalha de bronze na categoria até 60kg do judô na Olimpíada de Londres, feito assegurado com a vitória por yuko sobre o italiano Elio Verde neste sábado, Felipe Kitadai não suportou a emoção e chorou muito ao falar sobre o fato de ter garantido ao Brasil a primeira medalha nesta edição dos Jogos Olímpicos.

E o bronze foi assegurado justamente no dia em que o judoca completou 23 anos. Por isso, ele acredita que já estava predestinado a conquistar a medalha. "Hoje é o meu dia. Estou fazendo aniversário hoje, acho que isso estava reservado para mim", festejou Kitadai, em entrevista ao SporTV, na qual antes destacou que todo o seu esforço na carreira acabou sendo recompensado com o feito olímpico.

"Eu saí de casa com 15 anos, fui morar em São Paulo no Projeto Futuro. Eu 2010 fui para Porto Alegre e fiquei longe dos meus pais. Só tenho a agradecer ao projeto, à Sogipa (seu clube), à Confederação Brasileira de Judô e a todos que acreditaram em mim", completou.

Já ao falar mais diretamente sobre o que esperava para a luta na qual assegurou o bronze, Kitadai admitiu que "seria muito difícil" subir ao pódio. "Sabia que o jeito era me esfolar", enfatizou, apontando que a conquista de sua medalha foi uma façanha "inacreditável e incrível" para ele, que no ano passado já havia faturado o ouro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.