Holyfield diz que continua a lutar

O boxeador norte-americano Evander Holyfield, de 41 anos, afirmou que não vai encerrar a carreira. O anúncio foi feito, neste domingo, em seu site oficial. ?Ainda quero deixar o boxe com o título unificado dos pesos pesados?, disse o pugilista, que conquistou por quatro vezes o principal cinturão do boxe, além do título entre os cruzadores. Holyfield, que perdeu em seu último combate, dia 4, por nocaute técnico, diante de James Toney, admitiu que precisa fazer ?alguns ajustes? antes de retornar aos ringues. ?Da próxima vez terei um melhor desempenho.? Vários amigos do pugilista tentaram convencê-lo a abandonar a carreira. ?Vou seguir minha carreira, mesmo que isso possa desagradar alguém. O boxe é minha vida. Agradeço a preocupação de todos com minha saúde, mas só irei parar quando achar que devo. Nenhuma pressão fará me mudar de idéia.? Em seus últimos oito combates, Holyfield venceu dois, perdeu quatro e empatou dois.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.