Holyfield e Ibragimov promovem luta em Moscou

'Não podemos pensar na idade. Estou em condições físicas de lutar e me proteger', desafiou o americano

10 de outubro de 2007 | 23h41

O russo Sultan Ibragimov, de 32 anos, e o norte-americano Evander Holyfield, de 44 anos, participaram nesta quarta-feira de um evento promocional da luta que realizarão no sábado, em Moscou, valendo o título mundial dos pesos pesados versão Organização Mundial de Boxe.   O russo, atual detentor do cinturão, tem apenas 22 lutas na carreira, com 21 vitórias - 17 por nocaute - e um empate. Conquistou o título em junho, ao derrotar o norte-americano Shannon Briggs por pontos, em luta disputada em Atlantic City.   Holyfield, por sua vez, tenta se tornar campeão da principal categoria do boxe pela quinta vez. Em 23 anos de carreira, ele fez 52 combates, com 42 vitórias - 27 nocautes -, oito derrotas e 2 empates. "Não podemos pensar na idade. Se estou em condições físicas de lutar e me proteger, por que não?", desafiou o veterano Holyfield, que tem no cartel duas vitórias contra Mike Tyson, com direito a uma mordida na orelha na segunda luta.   Holyfield já foi alertado por médicos para evitar seu retorno aos ringues, mas o pugilista alega amor ao esporte, além de problemas financeiros que, certamente, seriam sanados com a comissão levada pela luta.

Tudo o que sabemos sobre:
Boxe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.