Holyfield e Ruiz: luta desprestigiada

A última grande luta de boxe de 2001 mostra que o esporte está seriamente atingido pela falta de dinheiro e ídolos. O norte-americano Evander Holyfield enfrenta neste sábado o porto-riquenho John Ruiz pela terceira vez, em Connecticut, pelo título dos pesados da Associação Mundial de Boxe. A luta foi adiada duas vezes e terá bolsas pequenas para os dois lutadores.Ruiz, atual campeão, vai ganhar US$ 3,2 milhões e Holyfield terá pouco mais de US$ 2 milhões para subir ao ringue, bem distante das dezenas de milhões de dólares que Mike Tyson, Lennox Lewis e o próprio Holyfield se acostumaram a ganhar nos últimos anos.O terceiro combate entre Holyfield e Ruiz foi oficialmente marcado pelo promotor Don King para ser a primeira grande luta de boxe profissional na China. O combate foi marcado para 4 de agosto e depois adiado porque faltaram patrocinadores para bancar as bolsas. Para tentar esconder o problema, foi "inventada" uma lesão nas vértebras cervicais de John Ruiz, o que se tornou a justificativa oficial para o adiamento.A luta foi remarcada para 24 de novembro e suspensa à última hora pela emissora norte-americana HBO, que pagou apenas US$ 5 milhões pelos direitos de transmissão, mas se negou a mandar uma equipe com mais de 100 profissionais para a cobertura do combate alegando problemas de segurança depois dos atentados de setembro.O combate foi finalmente marcado para Connecticut, no Foxwoods Resort Casino, com capacidade para apenas 4.500 espectadores, número também pequeno se comparado aos públicos das grandes lutas em Las Vegas. Se fosse realizada em Pequim, a luta seria em um ginásio para 17 mil pessoas.Os problemas evidenciam a falta de ídolos entre os pesados atuais. Se vencer, Evander Holyfield será campeão da categoria pela quinta vez, fato inédito na história do esporte. Tem carisma, mas aos 39 anos já não mostra a mesma técnica de antes, como mostrou nas duas lutas anteriores com Ruiz, lutador com cartel apenas mediano. Na primeira, em agosto do ano passado, Holyfield venceu por pontos em uma luta em que apenas os juízes acharam que ele foi melhor. Na segunda, em março, Ruiz dominou o combate e venceu por pontos.John Ruiz tem 29 anos, é popular entre o público latino nos Estados Unidos, mas está longe de ter o carisma dos grandes campeões. Uma nova vitória sobre Holyfield seria perfeita para credenciá-lo como um lutador capaz de enfrentar Lennox Lewis ou Mike Tyson. "Só vencendo por nocaute obterei o reconhecimento que mereço", disse.Do resultado da luta depende a programação do boxe de pesados para 2002. Uma vitória de Holyfield também vai torná-lo possível adversário do vencedor do combate já marcado para abril entre Tyson e Lewis, campeão pelo Conselho Mundial e Federação Internacional de Boxe. Outro que está de olho na luta de hoje é o ucraniano Vladimir Klitschko, campeão pela Organização Mundial de Boxe. Seu empresário está nos Estados Unidos para negociar lutas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.