Holyfield vence fácil Maddalone e pensa em luta por título

Com velocidade e precisão nos golpes impressionantes aos 44 anos, o peso pesado norte-americano Evander Holyfield não teve problemas para derrotar o compatriota Vinny Maddalone na madrugada de sábado, em Corpus Christi, no Texas. O combate foi paralisado aos 2 minutos e 48 segundos do terceiro assalto, após pedido de Al Certo, técnico de Maddalone, preocupado com a integridade física de seu pupilo.Holyfield alcançou as 41 vitórias (27 nocautes). Em seu cartel estão registradas oito derrotas e dois empates em 23 anos de carreira profissional. Maddalone perdeu pela quarta vez, em 31 duelos.Após esta vitória por nocaute técnico, os críticos acreditam que Holyfield possa ser colocado para disputar um dos quatro cinturões mundiais. O boxeador de Atlanta já se sagrou campeão dos pesados quatro vezes. A proposta mais rentável, segundo os especialistas, seria colocar Holyfield frente a frente com o gigante russo Nicolay Valuev. Agilidade e forçaDiante de Maddalone, Holyfield mostrou um preparo físico invejável para a idade. Pesou 97 quilos - o mesmo do auge da carreira -, esteve com os braços calibrados e com velocidade. Logo no primeiro assalto, Maddalone tentou diminuir a distância para fugir dos jabs de Holyfield. Na aproximação, acabou, sem intenção, dando uma cabeçada em Holyfield e levou a pior. Teve um corte na testa, que sangrou muito e várias vezes foi analisado pelo médico.Com o ferimento à disposição, Holyfield passou a direcionar seus golpes na cabeça de Maddalone, que preocupado em se proteger, expôs o queixo para fortes uppers de Holyfield. No terceiro assalto, o rosto de Maddalone já estava bem machucado quando o técnico Al Certo pediu a paralisação da luta. ?Estou feliz porque tenho melhorado a cada luta. Acho que estou pronto para disputar um título. Vamos analisar as possibilidades?, afirmou Holyfield.Duda segue campeãO título mundial da categoria superleve (63,5 kg) da WIBA permanece nas mãos de Duda Yankovich. A sérvia radicada no Brasil há seis anos venceu a norte-americana Belinda Laracuente, por pontos, após dez assaltos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.