Homem morre ao dirigir ônibus oficial dos Jogos de Inverno

Norte-americano de 71 anos sofre ataque cardíaco; motorista reserva assume comando e evita batida

Efe,

22 de fevereiro de 2010 | 19h46

O motorista de um dos ônibus de transporte oficial dos Jogos Olímpicos de Inverno de Vancouver morreu enquanto dirigia o veículo rumo à montanha de Whistler.

 

Veja também:

linkNoruega ganha o sprint masculino de equipes do esqui de fundo

 

Não houve feridos porque o outro motorista que estava no ônibus conseguiu pegar o volante e parar o veículo. As informações são do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Inverno de Vancouver (Vanoc, em inglês).

 

O motorista, cuja identidade não foi fornecida, era americano e tinha 71 anos, segundo o canal de televisão canadense CTV. O incidente aconteceu às 4h locais (9h de Brasília).

 

Estavam no ônibus funcionários do Vanoc que iam para Whistler, onde começariam a jornada de trabalho.

 

Uma frota de mil ônibus e 2.800 motoristas têm a missão de transportar diariamente de Vancouver a Whistler funcionários dos diversos comitês olímpicos, atletas e jornalistas.

 

É a segunda morte de ataque cardíaco ligada aos Jogos. No sábado, a mãe da patinadora canadense Joannie Rochette perdeu a vida pouco após chegar a Vancouver para presenciar a atuação de sua filha.

 

Therese Rochette, de 55 anos, sofreu um ataque cardíaco fulminante.

 

Apesar da morte de sua mãe, no domingo Rochette participou do treino da competição de patinação artística.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.