Franco Varas/EFE
Franco Varas/EFE

Homem morre após acidente de trânsito no Rally Dakar

Marcelo Reales, que não participava da competição, bateu a caminhonete no carro de um piloto argentino

Agência Estado

13 de janeiro de 2011 | 14h37

Um homem morreu nesta quinta-feira quando a caminhonete que dirigia se chocou com o carro de um piloto argentino no Rally Dakar. O acidente, que envolveu Eduardo Amor e um Toyota, ocorreu nas imediações da cidade de Tinogasta, na província de Catamarca.

Amor, que figurava entre as últimas posições junto com seu acompanhante Ale Fenoglio, buscava chegar na localidade de Chilecito para a largada desta quinta-feira quando se chocou com a caminhonete conduzida por Marcelo Reales, de 42 anos, que morreu pouco depois. Ele não era participante do Rally Dakar.

O competidor argentino, de 48 anos, e Fenoglio não sofreram ferimentos graves. Amor avisou à direção da corrida, que enviou em seguida uma equipe médica e um helicóptero ao local do acidente.

Tudo o que sabemos sobre:
Rally Dakaracidentemorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.