Homenageado, Kleber alerta sobre os salários

Ontem no Palmeiras, ainda sem reforços, foi dia de homenagear o atacante Kleber e o meia Valdivia. Ambos viraram miniaturas e também ganharam bonecos de seus apelidos: Gladiador e Mago. "O boneco é mais bonito", brincou o atacante Kleber, que evitou falar sobre a possível contratação de Ronaldinho (ganharia R$ 1 milhão por mês) e de Adriano, outro que viria recebendo altas cifras. "Não podemos nos iludir, temos de pensar em quem está aqui. Ninguém vai resolver sozinho e não adianta trazer esses jogadores e ficar devendo para outros", afirmou o atacante, lembrando dos dois meses que o clube ainda deve.

, O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2010 | 00h00

O mercado da bola em São Paulo vive de muita especulação e pouca confirmação. Os clubes estão envolvidos em grandes contratações para 2011, com nomes do quilate de Adriano, Ronaldinho Gaúcho, os meias Alex, ex-Palmeiras e ex-Inter, mas, até agora, quase não acertaram com ninguém. O Santos repatriou Elano, acertou com Charles e agora busca um novo centroavante, depois de desistir da negociação com Ricardo Oliveira e de liberar Marcel para o Vasco.

O Corinthians, que trouxe o zagueiro Wallace, segue com a tática de dizer que não há acordos, mas já acertou salário e tempo de contrato de Adriano, Marcinho e Cristian. O clube espera a liberação deles, sem custos.

No São Paulo, a prioridade é renovar contrato com o zagueiro Miranda, na mira de Atlético de Madrid e da Fiorentina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.