Honorato é cortado da Seleção de judô

O peso médio Carlos Honorato, de 31 anos, medalha de prata na Olimpíada de Sydney, em 2000, foi cortado nesta quarta-feira da seleção brasileira de judô que disputará o Mundial de Egito, de 8 a 11 de setembro. Segundo o coordenador-técnico da seleção, Ney Wilson, por "falta de condições físicas". "Entendemos que ele deve ser preservado, já que depois seria cobrado por resultados." Depois de disputar a 9.ª Copa Brasília Internacional, no início do mês, Honorato ganhou de seu clube, o São Caetano, uma semana de folga. Logo depois, contraiu forte gripe. O atleta não avisou o clube nem a seleção sobre o problema. Começou a tomar antiinflamatórios e reforçou a alimentação. Depois de quase 15 dias sem treinar, perdeu preparo físico e engordou. Na terça-feira, estava com 96 kg - sua categoria é até 90 kg. "Estou bem psicologicamente, mas teria de me superar muito na parte física", disse o judoca, que não contestou a decisão da comissão técnica. "Treinei na segunda-feira e não me senti bem", explicou. O santista Alexsander Guedes deve ser o substituto de Honorato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.