Jae C. Hong/ AP
Jae C. Hong/ AP

Hóquei no Gelo unifica as Coreias em partida histórica nos Jogos de Inverno

Presidente do Comitê Olímpico Internacional, o alemão Thomas Bach acompanhou a partida vencida pela Suíça

Estadão Conteúdo

10 de fevereiro de 2018 | 16h10

Pela primeira vez na história uma seleção formada por jogadoras norte e sul-coreanas disputaram os Jogos Olímpicos. Na estreia do hóquei feminino na Olimpíada de Inverno em Pyeongchang, na Coreia do Sul, a Coreia foi derrotada pela Suíça por 8 a 0. O time foi formado por 23 atletas sul-coreanas e 12 norte-coreanas.

+Esquiadora sueca leva 1º ouro em Pyeongchang; patinador é 1º coreano a triunfar

+Atletas das Coreias do Norte e do Sul desfilam juntos na abertura da Olimpíada de Inverno

Os dois países ainda estão tecnicamente em guerra desde um armistício de 1953, mas retomaram as conversas. O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o alemão Thomas Bach, estava na plateia e acompanhou a partida histórica.

Também neste sábado foi divulgado que a cerimônia de abertura dos Jogos de Inverno, na última sexta-feira, sofreu um ataque cibernético por parte de alguns hackers, segundo informou o Comitê Organizador. O ciberataque nos servidores da organização da competição provocou transtornos no Centro de Imprensa Principal.

Em consequência disso, a organização teve de apagar os servidores do final da noite de sexta-feira até o início da manhã deste sábado. A paralisação durante algumas horas do site dos Jogos atrapalhou o público que pretendia imprimir os seus ingressos, de acordo com Comitê Organizador, que afirmou ainda desconhecer os motivos do ataque na cerimônia de abertura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.