Hudson comemora a mudança de equipe

Hudson de Souza tornou-se nesta terça-feira o 12º integrante da BM&F/Pão de Açúcar/São Caetano, equipe de meio-fundistas e fundistas que conta com atletas como o bicampeão pan-americano da maratona, Vanderlei Cordeiro de Lima, e o campeão da São Silvestre de 2003, Marílson Gomes dos Santos. Nesta terça, Hudson, de 27 anos, 1,81 m e 66 quilos, assinou contrato com a equipe. "Acho que terei tranqüilidade", afirmou o atleta, que vai providenciar a mudança de Presidente Prudente quando voltar do Mundial Indoor de Budapeste (HUN), que acontece de sexta-feira a domingo, em que vai correr os 1.500 m.Hudson, campeão pan-americano dos 1.500 e 5 mil metros, espera que a saída de Prudente seja positiva. O ambiente na ex-equipe, a Unoeste/Brasil Telecom, ficou confuso depois que sua noiva, Marly Sales de Carvalho, denunciou o velocista Vicente Lenílson por atentado violento ao pudor.Hudson está procurando moradia em São José do Rio Preto, São Caetano ou São Paulo, "num lugar que tenha pista de atletismo".Para ele, a transferência de equipe com a temporada já iniciada não atrapalhará o plano de obter o índice olímpico nos 1.500 metros - vê como boas opções os meetings de Belém, Rio ou Porto Alegre, em abril e maio.Hudson receberá os treinos do técnico Luiz Alberto de Oliveira, que está nos Estados Unidos. "Queria obter o índice no Brasil, logo no início da temporada ao ar livre, para ir tranqüilo para os torneios da Europa e participar do camping da Confederação Brasileira em Big Bear", contou.Prêmio - O presidente da BM&F, Manoel Félix Cintra Neto, anunciou que os medalhistas olímpicos do Brasil em Atenas receberão barras de ouro, com 1 kg, para a medalha de ouro. Para os atletas da equipe, o prêmio dobrado (2 kg para medalha de ouro).

Agencia Estado,

02 de março de 2004 | 19h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.