Hypolito e Zanetti miram medalha em finais do Mundial

Hypolito e Zanetti miram medalha em finais do Mundial

Atletas disputam finais nos aparelhos de solo e argolas durante a madrugada deste sábado, na China, em Nanning

Estadão Conteúdo

10 de outubro de 2014 | 19h17

O Brasil pode acordar, neste sábado, comemorando mais duas medalhas em Mundiais. Afinal, durante a madrugada, na China, Diego Hypolito e Arthur Zanetti disputam finais de aparelhos na ginástica artística com chances reais de subir ao pódio. Hypolito se apresenta no solo, às 2h de Brasília. Zanetti compete na argola a partir das 4h20.

Quinto colocado no ano passado, Diego Hypolito sabe que terá o russo Denis Abliazin e os japoneses Kenzo Shirai e Ryohei Kato como principais adversários na final em Nanning. O brasileiro teve nota 15.900 nas eliminatórias e só ficou atrás de Abliazin (16.066) e de Shirai (16.033). Dos quatro devem sair os três medalhistas, com qualquer detalhe sendo diferencial.

"O Diego está muito tranquilo e focado, com chances reais de medalha. Durante a qualificatória, as notas dele sempre estiveram entre as principais. Agora é torcer", disse o técnico Fernando Lopes. Hypolito será o sexto a se apresentar, depois dos favoritos e antes de Kato.

Depois será a vez de Arthur Zanetti brigar pelo bicampeonato mundial. Invicto desde antes dos Jogos de Londres, ele desta vez não é o favorito. O posto pertence ao chinês Yang Liu, que fez 15.933 nas eliminatórias. Também o russo Denis Abliazin e o grego Eleftherios Petrounias foram melhores que Zanetti, o terceiro a se apresentar na final, logo depois do favorito.

"Achei que os juízes foram muito rigorosos. Depois da classificatória, pegamos os detalhes que podiam ser melhorados e consertamos. Minha série foi boa, cravei a saída e pensava que minha nota seria próxima de 16.000, mas foi 15.716. Faz parte. É uma competição e tenho de conseguir agora fazer uma boa apresentação na final", comentou. No domingo, Sasaki briga por medalha no salto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.