Reuters
Reuters

IAAF apela à CAS contra punições no atletismo da Rússia

Entidade máxima do atletismo vê sanções a russos como 'seletivas'

Estadão Conteúdo

25 Março 2015 | 14h57

A Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês) recorreu nesta quarta-feira à Corte Arbitral do Esporte (CAS) contra as punições "seletivas" impostas pelas autoridades russas a atletas flagrados em exames antidoping. Para a IAAF, os casos merecem punição mais severa e devem atingir também outros esportistas.

A entidade se refere às sanções aplicadas aos atletas Valery Borchin, Olga Kaniskina, Sergei Bakulin, Sergei Kirdyapkin, Vladimir Kanaykin e Yulia Zaripova, todos suspensos em janeiro por conta de anomalias encontradas em seus passaportes biológicos.

Na avaliação da IAAF, os exames justificariam punições mais longas, com acréscimos de até dois anos. Além disso, a pena aplicada nos seis atletas estaria encobrindo outros casos. "A IAAF discorda das desclassificações seletivas definidas pela RUSADA [Agência Antidoping da Rússia]", declarou a entidade, em nota. "Há circunstâncias agravantes que justificam até um aumento das penas em mais dois anos."

Entre os punidos estão Yuliya Zaripova, campeã olímpica em 2012 na prova dos 3.000 metros com obstáculos, e Sergey Kirdyapkin, campeão olímpico na marcha de 50km, também em Londres. Zaripova foi punida pelas autoridades russas com suspensão de dois anos. Mas não teve cassada a medalha olímpica conquistada em 2012 e nem o título mundial de 2011.

Kirdyapkin também manteve o título olímpico, assim como Sergey Bakulin não teve cassado o título mundial de 2011 na marcha atlética e Vladimir Kanaykin não perdeu a medalha de prata na mesma prova disputada há quatro anos. Kanaykin recebeu a punição mais dura ao ser excluído do esporte profissional por reincidência em casos de doping.

Mais conteúdo sobre:
atletismo Rússia doping Jogos Olímpicos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.