Pixabay/IGORN
Pixabay/IGORN

IAAF autoriza mais 9 atletas russos a participarem de competições internacionais

Entidade, no entanto, esclareceu que a punição ao país pelo escândalo de doping continua em vigência

Estadão Conteúdo

12 de abril de 2018 | 13h38

A Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês) anunciou nesta quinta-feira a liberação de mais nove atletas russos para competirem sob bandeira neutra em campeonatos internacionais. A entidade, no entanto, esclareceu que a punição ao país pelo escândalo de doping continua em vigência.

+ Em meio a escândalo, presidente da União Internacional de Biatlo pede demissão

+ Ucraniano bicampeão europeu de levantamento volta a ser pego em antidoping

Estes oito competidores fizeram o requerimento junto à entidade e, após terem os casos avaliados, foram liberados a competir, desde que não representem a Rússia. No total, 30 atletas já foram autorizados a competir sob estas condições em 2018.

Dos nove autorizados nesta quinta-feira, sete são competidores da marcha atlética: Klavdiia Afanaseva, Olga Eliseeva, Yuliya Lipanova, Vasiliy Mizinov, Sergey Sharypov, Sergey Shirobokov e Yana Smerdova. Há ainda uma velocista, Kseniya Aksyonova, e um corredor com obstáculos, Sergey Shubenkov.

A IAAF disse que recebeu mais de 140 pedidos de atletas russos somente este ano e que ainda está analisando a situação de cada competidor. Para serem liberados para competir internacionalmente, os atletas têm de demonstrar à entidade que o ambiente de treinamento cumpre os padrões de antidopagem necessários.

A Rússia foi banida do atletismo pela IAAF em 2015, após investigação da Agência Mundial Antidoping (Wada) que comprovou um esquema de doping sistemático sem precedentes e patrocinado pelo Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.