Iaaf diz que não houve doping na final dos 100 metros

A Federação Internacional das Associações de Atletismo (Iaaf, na sigla em inglês) anunciou nesta quarta-feira que não ocorreram casos de doping na final masculina dos 100 metros rasos, disputada no domingo, em Berlim. A prova é considerada a principal do Mundial de Atletismo.

AE-AP, Agencia Estado

19 de agosto de 2009 | 12h03

A disputa foi vencida pelo jamaicano Usain Bolt, que registrou o novo recorde mundial, com o tempo de 9s58. A marca foi 11 centésimos melhor do que a registrada por Bolt nos Jogos Olímpicos de Pequim. O norte-americano Tyson Gay e o jamaicano Asafa Powell completaram o pódio em Berlim.

Até agora, apenas o marroquino Jamal Chatbi, que havia se classificado para a final dos 3 mil metros com obstáculos, foi flagrado em exame antidoping, que revelou a presença do anabolizante clenbuterol. A Iaaf revelou que já realizou mais de 600 controles durante o Mundial de Atletismo.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoMundial100 metrosdoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.