Sergei Karpukhin / Reuters
Sergei Karpukhin / Reuters

IAAF libera participação de 2 campeões mundiais e mais 5 atletas russos em competições

Atletas foram testados em diferentes laboratórios e não cometeram doping

Estadao Conteudo

11 de abril de 2017 | 11h38

A Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês) anunciou nesta terça-feira que liberou mais sete competidores, sendo dois campeões mundiais, a participarem de eventos internacionais enquanto o seu país permanece suspenso por doping.

A IAAF até agora liberou 12 atletas a russos a competirem como neutros, sendo que dez dessas aprovações ocorreram neste ano. A nova lista inclui Sergei Shubenkov, dos 110 metros com barreiras, e Maria Kuchina, do salto em altura. Ambos ganharam medalhas de ouro no Mundial de 2015 em Pequim e poderão defender seus títulos em Londres em agosto.

Para serem aprovados, os atletas devem mostrar a um painel da IAAF que foram submetidos a testes antidoping por um longo período por agências de fora da Rússia. No entanto, a IAAF disse que os competidores ainda estão "sujeitos à aprovação das suas entradas por organizadores de eventos", como a Diamond League, que terá a primeira das suas 14 etapas no dia 5 em Doha, no Catar.

Shubenkov e Kuchina não puderam defender os títulos do Europeu Indoor no evento continental realizado no mês passado na Sérvia. "Não pode haver limitações de tempo em um processo que foi estabelecido para salvaguardar os direitos e aspirações dos atletas limpos do mundo e que é sobre a reconstrução da confiança nas competições", disse o presidente da IAAF, Sebastian Coe, em um comunicado.

A IAAF afirmou que os outros atletas aprovados foram: Daniil Tsyplakov, que ficou em quinto lugar na disputa do salto em altura no Mundial de 2015, Illia Mudrov e Olga Mullina, ambas do salto com vara, e Sergey Shirobokov e Yana Smerdova, da marcha atlética.

No mês passado, a IAAF havia liberado Anzhelika Sidorova, do salto com vara, a velocista Kristina Sivakova, além de Alexei Sokirsky, do arremesso de martelo.

A Rússia foi proibida de participar dos eventos de atletismo na Olimpíada do Rio, mas a corredora Yulia Stepanova, uma denunciante do esquema de doping do país, e Darya Klishina, do salto em distancia, foram liberadas para competir.

Os nomes de 17 atletas cujos pedidos foram rejeitados este ano pelo painel de revisão não foram publicados pela IAAF.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoIaaf

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.