Iaaf promete banir Justin Gatlin se confirmar doping

Diretores da Associação Internacional de Atletismo (Iaaf) confirmaram nesta segunda-feira que o norte-americano Justin Gatlin, recordista mundial dos 100 metros ao lado do jamaicano Asafa Powell, com 9s77, não poderá evitar uma suspensão por toda a vida caso a contraprova confirme o uso de testosterona."Caso seja confirmada a segunda análise, não existe dúvida de que ele deve ser banido", explicou o secretário geral da Iaaf, Pierre Weiss. Em 2001, Gatlin foi pego no doping pelo uso de anfetaminas, quando disputava o Campeonato Juvenil dos Estados Unidos - na ocasião, ele foi suspenso por dois anos.A Iaaf quer banir Gatlin justamente por ele ser reincidente no doping. Entretanto, independente do resultado o norte-americano, de 24 anos, já confirmou que vai recorrer para evitar uma punição ou suspensão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.