Iaaf visita Rio e se diz confiante quanto ao Engenhão

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 divulgou nesta quarta-feira que recebeu, no último fim de semana, a visita do secretário-geral da Associação Internacional das Federações de Atletismo (Iaaf), Essar Gabriel. De acordo com os organizadores da próxima Olimpíada, a dirigente mostrou-se satisfeito com o que viu e ouvir.

AE, Agência Estado

24 de abril de 2013 | 15h56

"Fiquei impressionado porque vemos que na nova sede já são mais de 400 pessoas trabalhando. Repassamos os diversos aspectos, de transporte e acomodações até a competição. Está tudo no caminho certo pelo que estou vendo", disse Gabriel, que deixou a cidade nesta terça-feira.

Ainda segundo o comitê organizador, Gabriel foi recebido pelo diretor executivo de Esportes do Rio 2016, o ex-atleta Agberto Guimarães, e depois pelo coordenador do escritório de gerenciamento de projetos (EGP) do governo do Estado do Rio de Janeiro, José Candido Muricy, que explicou a situação do Engenhão.

"Tínhamos ouvido que o estádio tinha sido fechado, mas estamos confiantes com o que ouvimos. As coisas voltarão ao seu rumo e estão sendo bem conduzidas - isso é muito importante", disse Gabriel, em declaração divulgada pelo COB. O Engenhão será a sede do atletismo na Olimpíada.

O dirigente também indicou otimismo com a construção de um novo estádio de atletismo para o lugar do Célio de Barros, demolido como parte das obras do Maracanã. "Entendemos que, como parte de um enorme exercício de renovação do entorno do Estádio do Maracanã, parte dos requisitos exigidos do concessionário privado é do que é necessária a construção de um novo estádio de atletismo. Estou certo de que veremos um belo projeto de um novo estádio de atletismo entregue no mais alto padrão e usado como um legado para a população local e também como um centro de excelência de atletismo neste país", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoJogos do Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.