Satiro Sodré/CBDA
Satiro Sodré/CBDA

Ian Matos, dos saltos ornamentais, morre aos 32 anos no Rio com infecção pulmonar

Atleta lutava contra um infecção na garganta que se alastrou para esôfago e pulmão

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de dezembro de 2021 | 17h23

O esporte aquático e olímpico brasileiro está de luto. Após mais de um mês internado no Rio, lutando contra um infecção na garganta que se alastrou para esôfago e pulmão, Ian Matos acabou não resistindo e morreu na noite desta segunda-feira, dia 20. Ele tinha 32 anos. O atleta dos saltos ornamentais estava na UTI da Casa de Saúde São Bento.

O competidor paraense da plataforma de 3 metros foi o representante do Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. Ele chegou a mostrar evolução no tratamento da infecção durante sua internação, com a retirada dos aparelhos de respiração, mas acabou piorando nos últimos dias e não resistiu.

"A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos informa, com profundo pesar, o falecimento do atleta olímpico Ian Matos. O saltador estava internado desde o início de novembro, no Rio de Janeiro, quando teve uma infecção na garganta. Ian morreu aos 32 anos", divulgou a CBDA, em nota de pesar.

Ian despontou na modalidade no Campeonato Pan-Americano Junior de 2003 e no Campeonato Mundial Junior de 2004. Com o objetivo de brilhar na modalidade, foi morar em Brasília, onde garantiu classificação para os Jogos Sul-Americanos de 2010 e pode treinar melhor amparado por melhores condições estruturais.

Ian Matos representou ainda o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara-2011, Toronto-2015 e Lima-2019, além de integrar a seleção brasileira em Campeonatos Mundiais de Esportes Aquáticos, Copas do Mundo, Campeonatos Sul-Americanos e nos Jogos Olímpicos Rio 2016. "A CBDA se solidariza à família e aos amigos do atleta e agradece pela amizade, companheirismo e dedicação à modalidade."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.