Iatismo: Brasil defende título no Mundial

O Brasil entra na 14ª edição do Mundial Júnior de Lightning (sub-20), a partir desta segunda-feira, na Represa do Guarapiranga, não apenas com a responsabilidade de promover uma boa organização para as 15 tripulações, com visitantes do Chile, Equador, Estados Unidos e Grécia, que disputam o torneio em São Paulo. O Brasil defende o título de campeão, ganho em Rochester (EUA), em 2002, por Thomas Summer, Mark Pineda e Pedro Soares, que ultrapassou o limite de idade e deu lugar na tripulação a Felipe Brito. Summer aponta gregos e norte-americanos como principais rivais.O Mundial termina sábado, após seis regatas ? as duas primeiras nesta segunda-feira, a partir das 13 horas, no Clube de Campo São Paulo. O Brasil terá cinco tripulações no Mundial. ?Aprendi a velejar nessa raia e competir em casa dá confiança?, diz Marcelo Bellotti, de 18 anos, campeão sul-americano da classe Snipe e da seletiva para o Mundial de Lightning. Marcelo é o capitão do barco que terá Eduardo Molina, como proeiro, e Alejandro Carri, como baloneiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.