Arquivo/AE
Arquivo/AE

Ícone do atletismo, Gebrselassie desiste de se aposentar e foca Jogos de 2012

'Correr está no meu sangue e decidi continuar competindo', afirma o fundista etíope

AE-AP, Agência Estado

15 de novembro de 2010 | 11h31

ADDIS ABABA - Considerado o maior fundista de todos os tempos, o recordista mundial Haile Gebrselassie desistiu de sua aposentadoria, anunciada de maneira surpreendente após a disputa da Maratona de Nova York, há cerca de uma semana. "Correr está no meu sangue e decidi continuar competindo", anunciou o etíope de 37 anos em seu Twitter.

Gebrselassie era o grande favorito para a Maratona de Nova York, mas abandonou a competição no quilômetro 26 com uma contusão no joelho. Frustrado, ele anunciou sua aposentadoria após o término da competição. Mas dias depois, o seu empresário Jos Hermens disse que o atleta poderia voltar atrás, o que foi oficializado nesta segunda-feira.

Também pelo Twitter, Gebrselassie contou que sua decisão anterior partiu apenas da frustração por não completar a Maratona de Nova York. "Meu anúncio em Nova York foi minha primeira reação depois da decepcionante corrida. Quando meu joelho melhorou, voltei e focar minha próxima corrida". A expectativa agora é de que ele continue ao menos até a Olimpíada de 2012, em Londres.

O fundista etíope fez o recorde mundial da Maratona em 2008, em Berlim, com o tempo de 2min03s59. Também detém os recordes das provas de 20 mil metros, de Uma Hora e de 30km e já ganhou duas medalhas de ouro em Jogos Olímpicos, ambas nos 10 mil metros, em Atlanta/1996 e Sydney/2000. Possui ainda oito títulos mundiais, nas distâncias de 1.500 metros, 3 mil, 5 mil e 10 mil metros.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoHaile Gebrselassie

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.