Ilhabela no calendário internacional da Vela

A Semana Internacional de Vela de Ilhabela, que há três décadas mobiliza o Litoral Norte de São Paulo e reúne os maiores nomes do esporte no Brasil, é a maior competição de vela oceânica da América Latina. Prova disso foi a 30ª edição do evento, encerrada sábado com a vitória do "Pajero TR4/Daslu Homem", do comandante Eduardo Souza Ramos na classe IMS (com embarcações mais velozes).O medalhista olímpico Lars Grael, timoneiro do "Klimax", ficou surpreso com o vice-campeonato. "Ao final da última regata, achava que ficaria em terceiro. Minha alegria é maior por ter chegado entre os melhores."Alan Adler, companheiro de Lars Grael no " Klimax", também ficou satisfeito e encarou a competição como preparação para os Jogos Pan-americanos, no qual participará na classe J24. "Espero conquistar uma medalha, mas o duelo vai ser difícil com Argentina e Chile."A Semana de Vela deste ano, que foi aberta dia 12, gerou cerca de R$ 7 milhões na ilha (entre hospedagem, alimentação, etc.), superando a expectativa de seus organizadores. E está pronta para estrear como evento internacional no calendário oficial da Federação Internacional de Vela, em 2004. Nesta edição, 170 barcos foram inscritos e mais de 1.400 iatistas disputaram as regatas.Para Edgar Rombauer, diretor da DS Comunicação, promotora do evento, a competição teve crescimento comercial e técnico. "Temos hoje não só uma competição, mas um evento que integra os esportistas, famílias e amigos e a comunidade de Ilhabela." De acordo com a Prefeitura de Ilhabela, nesta época do ano, a população do município, que é de cerca de 22 mil pessoas, praticamente triplica, superando a casa de 60 mil.Para 2004, Edgar quer ampliar o número de barcos e de velejadores estrangeiros, além de trazer juízes internacionais renomados. "Este ano, vieram iatistas da Argentina e do Uruguai. Para a 31ª edição do evento, vamos convidar atletas de outros países", avisou.Sobre a competição de 2003, ele lembra que a inconstância de ventos, principalmente na regata de abertura do evento, no dia 12, a Eldorado/Alcatrazes por Boreste - Marinha do Brasil, determinou que os barcos de maior porte (acima de 40 pés) tivessem mais adversários na luta pelo título. "Três barcos entre 30 e 32 pés brigaram com os mais conhecidos, como o "Pajero" e o argentino "Flash Gordon 3".A Semana de Vela de Ilhabela teve o patrocínio da Mitsubishi Motors do Brasil, Agfa, Semp Toshiba e apoio da Rádio Eldorado.

Agencia Estado,

20 de julho de 2003 | 19h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.