Ilhabela: regatas reiniciam nesta 4ª

As regatas da Semana de Vela de Ilhabela serão retomadas nesta quarta-feira e seguem até sábado. O barco "Wiki Wiki" está em vantagem na competição, já que foi o vencedor da primeira regata, a Eldorado-Alcatrazes. Em segundo lugar, está o "Pajero", seguido do "Curupira". Este ano, vários velejadores solitários marcaram presença no evento, como Amyr Klink e André Homem de Melo. Roberto Holzhacker é mais um atleta que gosta de passar meses velejando pelo mundo. Durante a Semana de Vela de Ilhabela, é tripulante do "Via Láctea", onde atua como tático e trimer (quem ajusta as velas). "Já participei da Semana de Vela pelo menos oito vezes. Sempre participo em barcos diferentes porque sou arquiteto naval.Gosto da flexibilidade para conhecer os diferentes tipos de barcos e essa competição tem essa abrangência", conta o velejador, de 43 anos. Aos 17 anos, Roberto começou a velejar em uma prancha de windsurfe. Depois passou a competir em outras categorias. "Passei muito tempo velejando em Ilhabela, conheço bem o mar de lá.Qualquer um que participa da Semana de Vela tem um grande aprendizado: dá para avaliar cada barco, a organização do evento, as manobras que os outros barcos fazem em relação ao seu. De dez anos para cá esse evento cresceu muito, amadureceu e agora é o mais importante da vela oceânica no Brasil", afirma. O grande prazer é velejar sozinho. Apesar de sempre prestigiar a competição em Ilhabela, Roberto admite que prefere passar meses velejando sozinho. "Quando se está só em um barco, pesa muito o fator contemplação. Da última vez que velejei sozinho, da França para o Brasil, parei no meio do oceano Atlântico e me senti um privilegiado. Quando você veleja com várias pessoas, elas falam muito e não se escuta o vento - o bom velejador é aquele que escuta o vento e sabe de onde ele está vindo.? Assim como Amyr Klink, o velejador acredita que os desafios são maiores quando se está sozinho no barco. Entre os diversos projetos que já traçou para os próximos anos, uma das prioridades é participar da regata Eldorado-Brasilis de 2004. É a mais longa regata de percurso do Brasil, com um total de 1.200 milhas. A competição é dividida em duas etapas, partindo de Vitória e chegando na Ilha de Trindade. Depois disso, as embarcações fazem o mesmo percurso de volta. A 29ª edição da Semana de Vela de Ilhabela bateu recorde de inscrições, com 174 barcos inscritos e mais de 1.200 tripulantes. O destaque é o barco baiano "Odoya", que conta com Robert Scheidt, Alex Welter e Klauss Bieckark.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.