Clayton de Souza/AE
Clayton de Souza/AE

Ilsinho, o maestro do São Paulo contra Goiás

Sem Lucas, cabe ao ex-lateral a missão de comandar o meio-campo do Tricolor em busca da vaga nas quartas de final

BRUNO DEIRO, O Estado de S.Paulo

27 de abril de 2011 | 00h00

SÃO PAULO - No setor de criação do São Paulo, Ilsinho passou de coadjuvante a protagonista. O reserva de Lucas será nesta quarta-feira o responsável por alimentar o ataque do Tricolor contra o Goiás, às 21h50 (de Brasília, com transmissão do estadão.com.br e acompanhamento da rádio Estadão ESPN), pela Copa do Brasil. O time de Paulo César Carpegiani, que volta a atuar no Morumbi depois de 10 partidas, só precisa de um empate para avançar às quartas de final, após a vitória no jogo de ida, em Goiânia (1 a 0).

Sem Lucas, machucado, e Luis Fabiano, que teve a reestreia adiada, o São Paulo deve entrar com o mesmo time que triunfou no Serra Dourada. E Ilsinho, aposta de Carpegiani no início da temporada, terá a chance de provar que é indispensável no meio-campo tricolor.

Em sua maior sequência como titular desde que retornou ao Morumbi, em setembro, o apoiador começará a partida pela quarta vez consecutiva. No último jogo, com gol e assistência, o ex-lateral, de 25 anos, foi decisivo na vitória sobre a Portuguesa (2 a 0), que garantiu o time nas semifinais do Paulista. "Ele está numa fase espetacular, mas não é só a fase. É um grande jogador e pode nos ajudar muito", afirma Miranda, que deve ter Alex Silva a seu lado hoje - recuperado das dores no joelho, o zagueiro treinou normalmente nesta terça.

Promessa. Apesar da identificação com o São Paulo, Ilsinho foi criado pelos rivais. Jogou pelo Corinthians até os 12 anos e surgiu como promessa no Palmeiras em maio de 2006, numa fase complicada do clube. Após dois jogos como titular, o então lateral-direito não hesitou em cobrar a diretoria. "Não tenho vergonha de dizer que ganho R$ 800 e acho que está na hora de reajustarem", disse ele, na época.

Sentindo-se pouco valorizado, apareceu quatro meses depois no São Paulo - iria para o Villarreal, da Espanha, mas o negócio foi desfeito por problemas com seu passaporte. Em sua chegada ao Morumbi, tratou de alfinetar o antigo clube. "Estou feliz agora, em um time grande."

As boas atuações pelo Tricolor logo o levaram à seleção brasileira no início de 2007 e, em julho daquele ano, aceitou oferta do Shakthar Donetsk. No clube ucraniano, foi adaptado ao meio-campo mas perdeu visibilidade. No início do ano passado, entrou em litígio com os ucranianos e abriu caminho para a volta.

Desde a saída de Ilsinho, em 2007, o São Paulo não achou um lateral-direito à altura. Contratado em agosto para retomar o posto, Ilsinho não conseguiu se readaptar à antiga posição e perdeu a vaga para Jean, que atua improvisado no setor. Duas lesões, no fim do ano passado e no início desta temporada, prejudicaram a briga por espaço no elenco são-paulino.

As coisas começaram a mudar contra o Santa Cruz, pela segunda fase da Copa do Brasil. Ilsinho entrou na etapa final e fez bela jogada para marcar o gol da classificação, na vitória por 2 a 0 em Barueri. No jogo seguinte, saiu do banco para marcar outra vez na vitória sobre o Noroeste (4 a 1). Titular de Carpegiani nos últimos três jogos, ele curte o bom momento que vive também fora de campo: no último jogo, dedicou o gol à filha Giovana, nascida em dezembro.

SÃO PAULO - Rogério Ceni; Rhodolfo, Alex Silva, Miranda e Jean; Carlinhos Paraíba, Casemiro, Ilsinho e Juan; Marlos e Dagoberto. Técnico: Paulo César Carpegiani.

GOIÁS - Harlei; Ernando, Rafael Tolói, Marcão e Oziel; Zé Antônio, Carlos Alberto, Marcelo Costa e Amaral; Hugo e Guto. Técnico: Arthur Neto.

Árbitro - Marcelo de Lima Henrique (RJ); Horário - 21h50 (de Brasilia); TV - Globo, Band e ESPN HD; Local - Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).

Veja também:

som ESTADÃO ESPN - São Paulo joga por um empate com o Goiás

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.