Incêndio no carro de Cacá Bueno para testes da Stock

O primeiro dos dois dias de testes coletivos da Stock Car foi interrompido por um grande susto no autódromo de Interlagos, em São Paulo. O carro de Cacá Bueno, bicampeão da categoria, foi consumido por um incêndio no S do Senna, logo depois que o piloto completou sua primeira volta na pista. Por questões de segurança, as atividades foram suspensas.

AE, Agencia Estado

24 de março de 2009 | 13h37

"Quando estava no S eu vi uma fumaça na parte de trás do carro. Na segunda perna olhei no retrovisor e tinha uma labareda. Quando freei para parar o carro entrou uma fumaça preta muito densa, que tapou minha visão. Tive de segurar a respiração e não conseguia ver a porta para sair", disse Cacá, que quase perdeu a consciência.

"Quase ''apaguei''. Fiquei tonto, cai para fora do carro e consegui me arrastar para longe. Foi um susto muito grande. O médico disse que se eu respirasse mais uma vez aquela fumaça, poderia ter desmaiado", afirmou o piloto à TV Globo.

Os chefes de equipe da categoria reuniram-se para discutir o incidente. Acredita-se que uma falha no projeto do novo modelo da categoria - especificamente na posição do escapamento - tenha causado o incêndio. Os dirigentes buscam uma solução para o problema até o fim de semana, quando a temporada começa, também em Interlagos.

Mais conteúdo sobre:
Stock CarincêndioCacá Bueno

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.