Mark J. Terrill/AP
Mark J. Terrill/AP

Incrível atuação de Mahomes liquida probabilidade de 96,1% de vitória dos 49ers

Kansas City Chiefs perdia o Super Bowl por 20 a 10 até o fim do terceiro quarto

Wilson Baldini Jr., enviado especial a Miami, O Estado de S.Paulo

03 de fevereiro de 2020 | 07h16

O San Francisco 49ers chegou a ter 96,1% de chance de vitória no Super Bowl no último quarto da partida de domingo, em Miami, diante do Kansas City Chiefs, mas a soberba atuação do quarterback Patrick Mahomes fez o resultado virar de lado. Depois de estar perdendo por 20 a 10 até o fim do terceiro quarto, a franquia do Missouri ganhou por 31 a 20.

O favoritismo dos 49ers só não foi maior do que o acumulado pelo Atlanta Falcons na derrota diante do New England Patriots, em 2017: 99,7%.

"Eu tento ser um Patrick Mahomes a cada dia", afirmou o jogador, de 24 anos, que não assume o papel de nova estrela da NFL. "Todo ano aparecem novos grandes jogadores", disse Mahomes, eleito o MVP da final.

O camisa 15 preferiu destacar a conquista do técnico Andy Reid, campeão pela primeira vez. "Ele trabalha mais do que qualquer um. Jogamos por ele, para que ele conquistasse esse título."

Como é tradição entre os campeões do Super Bowl ir à Disney, Mahomes festejou a possibilidade de ir ao tradicional parque. "Vou para a Disney. Sempre quiser isso em minha vida."

Andy Reid revelou que vai festejar comendo um cheeseburger duplo e também vai aceitar o convite tradicional do presidente Donald Trump para ir até a Casa Branca, em Washington. "Será uma honra", afirmou o treinador, sem se pronunciar a favor ou contra ao governo de Donald Trump.

O certo é que os dois estarão juntos na quarta-feira, em Kansas City, às 11h30 (horário local) para o desfile dos campeões. O prefeito Quinton Lucas não escondeu sua felicidade e a expectativa por receber o time que voltou a ganhar o troféu Vince Lombardi depois de 50 anos. "A cidade espera por seus heróis."

* Repórter viajou aos EUA a convite da ESPN, transmissora oficial da NFL

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.