Índia demite técnicos do halterofilismo

A Índia demitiu Pal SinghSandhu e o bielo-russo Leonid Taranenko, técnicos da sua equipe olímpica de levantamento de peso, porque dois dos atletas que foram a Atenas tiveram resultado positivo no exame antidoping.O teste de Pratima Kumari, da categoria 63 kg, deu positivo para testosterona, enquanto o exame de sua companheira Sanamacha Chanu (53), acusou um diurético, que pode ser usado para ocultar esteróides.?O governo cancelou o contrato de Leonid Taranenko e o de Pal Singh Sandhu, com efeito imediato?, disse nesta terça-feira o ministro dos Esportes, por meio de um comunicado. O governo e o Comitê Olímpico Indiano iniciaram investigações separadas para casos de doping.Na semana passada, Kumari culpou os dois treinadores, informando que eles lhe davam injeções de maneira regular.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.