Indícios são de que Valdivia fica fora do clássico amanhã

Felipão faz mistério e até treino secreto, enquanto integrantes da comissão técnica acham difícil meia ser aproveitado

DANIEL AKSTEIN BATISTA, O Estado de S.Paulo

25 de fevereiro de 2012 | 03h02

Recuperado de lesão muscular na coxa direita, Valdivia voltou a treinar na segunda-feira, mas dificilmente enfrentará o São Paulo amanhã, em Presidente Prudente. O chileno não joga desde o clássico contra o Santos, dia 5, quando saiu machucado ainda no primeiro tempo.

Por enquanto, Luiz Felipe Scolari faz mistérios e só divulgará hoje os relacionados para a partida. Mesmo que o chileno faça parte da lista, o titular do meio de campo deve continuar sendo Daniel Carvalho.

Apesar de Valdivia já não sentir dores, profissionais que trabalham com ele dizem que será muito difícil o chileno viajar para Presidente Prudente. E dão várias explicações para isso: ele ainda não fez nenhum treino com os companheiros, a viagem é desgastante, estará bastante calor no dia do jogo e, como é um clássico que teoricamente não vale nada, seria desnecessário apressar a volta dele já agora.

Ontem, mais uma vez Valdivia fez um trabalho separado dos colegas - correu ao redor dos campos, controlando a bola. Hoje cedo Felipão comanda o último treino antes do clássico e, para manter o suspense na escalação, fará isso com os portões fechados para a imprensa.

Atual responsável pela armação no meio de campo, Daniel Carvalho afirmou ontem que ainda não sabe se continuará como titular. "Ele (Felipão) com certeza vai escolher o que for melhor para o time", despistou.

O meia garante que o Palmeiras entrará com mais ímpeto em campo contra o São Paulo após o empate de 1 a 1 diante do Oeste na quinta-feira, que derrubou o time para a terceira colocação no Estadual. "Não conseguimos finalizar bem e perdemos dois pontos. Isso nos motiva mais a vencer agora", falou.

Deola volta. Se Felipão faz mistério no meio de campo, o mesmo acontece com outra posição. Bruno ganhou chance na última rodada, mas Deola deve retomar seu lugar no clássico. E Henrique volta à defesa para formar dupla com Leandro Amaro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.