Inglaterra controlou hooligans

O principal ?produto de exportação dos ingleses?, em termos de violência, são os hooligans. Os temíveis torcedores, que espalham terror em qualquer competição na Europa, pelo menos em casa há muito tempo jogam na retranca, não se manifestam.Não é por acaso. Depois de tragédias como as de Heysel, em 1985 (39 mortos, em confronto entre as torcidas de Liverpool e Juventus, em Bruxelas), e em Sheffield, em 1987 (96 mortos e mais de 300 feridos na partida entre Liverpool x Nottingham), medidas severas foram tomadas: câmeras nos estádios, lugares sentados, prisão pra quem invadir gramado, todos os estádios sem alambrados... A iniciativa deu certo e os baderneiros sossegaram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.