Inglaterra se desculpa pela tragédia de 1989

O presidente da Associação de Futebol de Inglaterra (FA), David Bernstein, emitiu, na quarta-feira, um pedido de desculpas às famílias dos 96 torcedores do Liverpool que morreram na tragédia de 1989 no Estádio de Hillsborough, em Sheffield. Um relatório revelou que a polícia na época agiu para colocar a culpa nos torcedores do Liverpool e encobrir suas próprias falhas na resposta à tragédia ocorrida na semifinal da FA Cup entre Liverpool e Nottingham Forest. O primeiro-ministro britânico, David Cameron, também fez um pedido de desculpas. Há um apelo por nova investigação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.