IEE/Divulgação
IEE/Divulgação

Instituto de Ana Moser mobiliza 500 organizações por legado esportivo

Organização trabalha com o objetivo de chamar atenção e mobilizar governo por mudança

O Estado de S. Paulo

29 de maio de 2014 | 07h00

SÃO PAULO - Desde 2007, quando o Brasil foi escolhido para sede da Copa do Mundo de 2014, o legado esportivo era o principal objetivo para a nação. No período, poucas obras foram entregues, mas algumas instituições ainda buscam soluções para obter o tão falado legado esportivo. O Intituto Esporte e Educação, presidido pela ex-jogadora de Vôlei Ana Mozer, tenta junto ao foversno e sociedade a construção de um legado dos grandes eventos que serão realizados nos próximos anos.

A duas semanas para o início da Copa do Mundo, o Instituto trabalha em diversas cidades para alcançar o objetivo sócio-esportivo. Desde 2012, 1400 pessoas participaram do projeto nas 12 cidades-sede, envolvendo entidades públicas, privadas e terceiro setor. O projeto denominado Cidades da Copa envolveu cerca de 500 organizações e instituições e finalizou 11 planos de ação na primeira etapa do projeto.

Além dos projetos desenvolvidos, o Instituto relata sobre a falta de profissionais que atuam com esporte e qualificação adequada; a ausência de um sistema de dados de atendimento e infraestrutura esportiva e o baixo percentual destinado ao esporte pelo sistema público.

O coordenador do IEE, Adriano Rossetto Junior, acredita que o projeto é apenas um dos passos dados para um legado esportivo. "A própria realização do Cidades da Copa já é um impacto do megaevento, ao possibilitar a discussão e reflexão sobre a garantia do direito à prática esportiva e de elaborar uma proposta de política de esporte para os maiores municípios do país", afirma.

Tudo o que sabemos sobre:
LegadoCopa do MundoAna Moser

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.