Inter, enfim, acaba com a novela Adriano

Clube rescinde contrato com atleta, que poderá voltar a jogar no Brasil

, O Estadao de S.Paulo

25 de abril de 2009 | 00h00

O atacante Adriano teve ontem seu vínculo com a Inter de Milão encerrado. Em poucas linhas, o clube agradeceu ao brasileiro pelos oito anos de contrato e os 74 gols marcados. Horas depois, o nome do Imperador já não era mais encontrado no site do clube. Toda a documentação da rescisão já havia sido registrada na Liga Italiana.O acerto teve data retroativa a 1º de abril. Adriano não recebeu um centavo dos dirigentes italianos. Seu agente, Gilmar Rinaldi, revelou que o atacante era o quinto jogador mais bem pago na Europa, com 7 milhões (R$ 19,6 milhões) por ano. Com todos os problemas disciplinares apresentados na Inter, Adriano só perdia em salário para Beckham, Cristiano Ronaldo, Kaká e Ibrahimovic, seu companheiro de clube.Rinaldi chegou a afirmar que Adriano deixou de ganhar com o rompimento (ainda tinha 15 meses de contrato) cerca de 8,75 milhões (R$ 24,5 milhões). "Havia uma multa de 200 milhões, mas agora ele está livre para decidir seu futuro", disse o empresário do atleta. Se já estava disposta a não ficar com o atacante, as declarações de Adriano de que não estava feliz em Milão ajudaram a Inter a reunir num dossiê as confusões provocadas pelo atleta. E não foram poucas. A última foi não ter voltado para Milão após o jogo da seleção contra o Peru (vitória por 3 a 0) pelas Eliminatórias, no começo do mês. Em vez disso, ele preferiu ficar no Rio. Especula-se que Adriano gostaria de disputar o Campeonato Brasileiro. O Flamengo teria interesse em contratá-lo. IBRAHIMOVIC QUER SAIROutro jogador que pode estar com seus dias contados na Inter de Milão é o sueco Ibrahimovic, destaque do time na temporada. O centroavante disse ontem ao site British Eurosport que gostaria de tentar algo novo na carreira. "Me sinto bem em Milão, mas já estou há cinco anos na Itália. É hora de tentar algo novo." A Inter não aceitaria se desfazer de Ibrahimovic por menos de 100 milhões (cerca de R$ 291 milhões).Hoje, no Italiano, jogam Chievo x Udinese, em Verona, e Fiorentina x Roma, em Florença.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.