Interino se despede do cargo no Cruzeiro e critica atuação ruim em derrota

Geraldo Delamore fez, no sábado à noite, seu terceiro e último jogo como treinador interino do Cruzeiro. Com Paulo Bento aguardado em Belo Horizonte para ser apresentado como novo técnico do clube, o auxiliar se despediu do cargo depois de duas semanas de trabalho com uma derrota para o Coritiba, por 1 a 0, no Couto Pereira, pela primeira rodada o Brasileirão.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

15 de maio de 2016 | 10h27

"O time não conseguiu, em momento algum, ficar com a bola. Sofreu a pressão do Coritiba nos momentos que poderia ter ficado um pouco mais com a bola para poder aliviar essa pressão. Tecnicamente a equipe não atuou bem no primeiro tempo. E teve um segundo tempo muito acidentado, com duas expulsões, que, logicamente, acabam tirando a condição mais adequada da equipe de tentar buscar o resultado", comentou. O lateral Lucas e do volante Lucas Romero receberam o vermelho.

Alçado ao posto de interino depois da demissão do técnico Deivid, Delamore volta ao posto de auxiliar e trabalhará diretamente com Paulo Bento. "Gostaria de ter terminado esse período com três vitórias. Tenho falado que o Cruzeiro está num processo de construção de equipe. Dentro desse processo, são quatro, cinco meses em que a equipe vai oscilar", avisou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.