Reprodução/Flamengo Twitter
Reprodução/Flamengo Twitter

Internado com suspeita de covid-19, ex-jogador de futsal Leco morre no Rio

Aos 44 anos, ex-atleta jogou por clubes como Flamengo, Botafogo, Vasco e Macaé Futsal

Daniela Amorim/RIO, O Estado de S.Paulo

03 de maio de 2020 | 13h47

O ex-jogador de futebol de salão Alex Barbosa Pereira, o Leco, morreu neste sábado, aos 44 anos, no Rio de Janeiro. Ele estava internado desde o último dia 14 no Hospital Estadual Anchieta, na região central da cidade, sob suspeita de infecção pelo novo coronavírus.

Segundo a direção do hospital, o quadro clínico do atleta se agravou durante a internação, e ele estava sob cuidados médicos na Unidade de Terapia Intensiva desde o dia 18, mas não resistiu.

Leco atuou no futebol de salão pelos clubes Flamengo, Botafogo, Vasco e Macaé Futsal. A Federação de Futebol de Salão do Estado do Rio de Janeiro divulgou uma nota de luto pela morte de Leco: “Descanse em paz, que DEUS o receba de braços abertos. A Federação e toda diretoria e corpo de funcionários expressa seus mais profundos sentimentos a família e amigos, neste momento de dor”.

O Clube de Regatas do Flamengo também publicou uma homenagem ao atleta nas redes sociais: “Muita força aos familiares e amigos. Nossos sentimentos. Obrigado por tudo, Leco!”

A Secretaria de Estado de Saúde informou que não comenta casos específicos de pacientes e mortes confirmadas ou investigadas por covid-19, seguindo recomendação do Conselho Federal de Medicina, mas disse que o resultado do exame do jogador já foi disponibilizado à Vigilância municipal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.