Invictos, Bruno/Pedro e Alison/Emanuel lideram na Suíça

A dupla formada por Bruno Schmidt e Pedro Solberg levou a melhor no duelo brasileiro que travou com Evandro e Vitor Felipe na chave masculina do Grand Slam de Gstaad do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, nesta quinta-feira, e ficaram na liderança do Grupo B do torneio, com quatro pontos. Eles ganharam por 2 sets a 0, com parciais de 22/20 e 21/16, no primeiro confronto que travaram no dia.

AE, Agência Estado

11 de julho de 2013 | 16h04

Desta forma, Schmidt e Solberg acabaram dando troco em Evandro e Vitor Felipe, que na semana passada superaram Evandro e Vitor Felipe no Mundial de Stare Jablonki, na Polônia, onde também dividiram a mesma chave com os seus compatriotas.

Horas mais tarde, Pedro e Bruno passaram pelos suíços Gerson e Prawdzic, também por 2 a 0, com 21/18 e 21/19, e se garantiram na liderança do Grupo B do torneio, com quatro pontos. Já Evandro e Vitor Felipe amargam a lanterna da chave depois de terem sido derrotados também nesta quinta pelos casaques Sidorenko e Dyachenko, que ganharam por 2 sets a 1, de virada, com 18/21, 21/19 e 15/9.

Para confirmar a ponta do Grupo B e garantir a vaga direta para as oitavas de final, Schmidt e Solberg precisam vencer Sidorenko e Dyachenko nesta sexta-feira. Evandro e Vitor Felipe, por sua vez, disputarão o terceiro lugar da chave com Gerson e Prawdzic para buscar vaga nas oitavas em um jogo eliminatório.

ALISON E EMANUEL EMBALADOS - Assim como Schmidt e Solberg, os atuais vice-campeões olímpicos Alison e Emanuel também fecharam o dia na ponta do Grupo E em Gstaad, com quatro pontos, e seguem invictos na competição. Primeiro eles superaram os chilenos Esteban e Marco Grimalt por 2 sets a 0, com 21/15 e 21/17, e mais tarde derrotaram os alemães Böckermann e Urbatzka com parciais de 22/20 e 21/11.

Desta forma, Alison e Emanuel lutarão para assegurar a liderança da chave e a vaga direta nas oitavas de final em confronto com os austríacos Doppler e Horst, também invictos, nesta sexta-feira.

Já Ricardo e Álvaro Filho, atuais vice-campeões mundiais, ficaram na terceira posição do Grupo G, com três pontos, após fecharem o dia com uma vitória e uma derrota na Suíça. O dia começou bom para a parceria, que bateu os letões Sorokins e Smedins por 2 sets a 0, com 21/15 e 21/14. Em seguida, porém, os brasileiros foram derrotados pelos canadenses Saxton e Schalk por 21/17 e 21/16.

Agora, Ricardo e Álvaro Filho disputarão nesta sexta-feira o último jogo da dupla pela fase de grupos contra os poloneses Fijalek e Prudel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.