Irmãos Giaffone vão cuidar da parte técnica

O polivalente piloto Felipe Giaffone e seu irmão, Zeca, serão os responsáveis pela parte técnica do Racing Festival.Os dois são da empresa JL, que tem no currículo ser a produtora dos carros da tradicional Stock Car e cuidar da manutenção dos seus motores. No caso da Fórmula Future Fiat, o chassi e o câmbio vêm da França, mas o restante ficará sob seus cuidados. "O que mais chama a atenção no projeto da Signatech é seu avanço, a facilidade de ajustá-lo e o baixo custo operacional", explica Zeca, entusiasmado com a nova empreitada. "É algo essencial para os jovens pilotos", prossegueSerá permitido a eles modificar molas, altura do carro, convergência das rodas e também o ângulo de incidência dos aerofólios. Ainda falta definir totalmente qual será a dimensão dos pneus, mas já há a certeza de que eles serão slick (lisos), nacionais, da marca Pirelli. "Deverão ser os da Fórmula 3", comenta Zeca. "Os pilotos terão um tempo aproximado de 20 minutos com os engenheiros da organização que repassarão para o mecânico o que eles desejam do carro."CORRIDA DE 30, 40 MINUTOSNo Trofeo Linea os carros, equipados com motor Fiat 1.4 turbo, de 215 cavalos, serão vendidos às equipes e as corridas vão durar entre 30 e 40 minutos.L.O.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.