Irmãos Klitschko ficam abalados com a morte de Frazier

A morte do ex-pugilista Joe Frazier, na última segunda-feira, repercutiu por todo o mundo do boxe. Após Muhammad Ali, George Foreman, Manny Pacquiao e outros astros do esporte pronunciarem-se, foi a vez de os irmãos ucranianos Vitali e Wladimir Klitschko, donos de todos os cinturões dos pesos pesados atualmente, lamentarem o ocorrido.

AE-AP, Agência Estado

08 de novembro de 2011 | 11h35

"Meu irmão e eu estamos muito tristes com a morte de Joe Frazier. Ele era um dos grandes pesos pesados, realmente. Ele foi um grande campeão e Joe fez muito pelo boxe como esporte, através de seu engajamento social", declarou Vitali, campeão dos pesados pelo Conselho Mundial de Boxe (CMB).

Seu irmão mais novo, Wladimir, detém hoje os outros três cinturões da categoria peso pesado: da Associação Mundial de Boxe (AMB), da Federação Internacional de Boxe (FIB) e da Organização Mundial de Boxe (OMB).

Ex-campeão mundial dos pesos pesados, Joe Frazier morreu em sua casa, vítima de um câncer no fígado. Na década de 1970, ele viveu uma intensa rivalidade com Muhammad Ali, a quem impôs sua primeira derrota como profissional, naquela que é considerada até hoje a "Luta do Século", em 1971. No total, eles fizeram três combates, com duas vitórias de Ali.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.