Ironman define vagas para prova do Havaí

Na única seletiva da América Latina para o Ironman do Havaí pode prevalecer a rivalidade entre brasileiros e argentinos. Atuais campeões, os argentinos Oscar Galindez e Bárbara Buenahora medirão forças com os brasileiros Alexandre Ribeiro e Fernanda Keller no Ironman Brasil Telecom 2004, neste sábado, a partir das 7 horas, em Florianópolis (SC). Serão mais de 8 horas antes que o vencedor cruze a linha de chegada, depois de 3,8 km de natação, 180 km de ciclismo e 42,1 km de corrida. Os 1.002 atletas inscritos disputam 50 vagas para o Havaí e premiação de US$ 50 mil."Ninguém vem aqui para ficar em segundo. A única coisa que espero é uma competição leal", provocou Fernanda Keller, que no ano passado perdeu no último quilômetro e criticou a "incrível" reação da argentina Bárbara. Na ocasião, a brasileira apontou falhas na organização que teriam favorecido a campeã.Para Fernanda, seis vezes bronze no Havaí, o ideal é que a temperatura suba um pouco. "Algo em torno de 24 graus, sem umidade, seria perfeito. Ninguém gosta de correr no frio."Para Galindez, que mora no Brasil, a rivalidade entre brasileiros e argentinos é algo criado pela imprensa. "Não é o mais importante. Quem completa o Ironman é um vencedor, conseguiu superar seus limites. Não é como no futebol, em que existe um vencedor", disse o triatleta, que espera diminuir seu tempo de 2003 (8h16m10). "Com as alterações no percurso, e se não ventar no ciclismo, a corrida deve ser rápida. Melhorar o tempo e obter vaga para o Havaí são meus objetivos."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.