Andrew Gombert/EFE
Andrew Gombert/EFE

Isabel Clark fica em 19.º lugar nos Jogos de Inverno

'Saio triste por não ter ido às finais, mas satisfeita por ter feito o meu trabalho', diz a atleta

AE, Agencia Estado

16 de fevereiro de 2010 | 21h02

Maior expectativa do Brasil nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Vancouver (Canadá), Isabel Clark não teve um bom desempenho na prova do snowboard cross, nesta terça-feira, nas montanhas do Whistler Creek.

Com uma queda em cada uma de suas duas descidas, a brasileira obteve apenas a 19.ª colocação e não conseguiu a classificação às quartas de final, que contaram com as 16 melhores da fase de classificação.

Por causa de uma forte chuva e da neblina na manhã desta terça (horário local), a organização dos Jogos teve que atrasar em duas horas o começo das descidas das participantes e também foi obrigada a alterar o formato da competição.

Ao invés de baterias com quatro competidoras cada, em que as duas melhores passam às quartas de final, foi necessária a mudança para duas descidas individuais de cada atleta. O melhor tempo valeu para a classificação final das 16 classificadas.

Em sua primeira descida, Isabel sofreu uma queda no meio do percurso, se levantou rapidamente e registrou o tempo de 1min41s10. A brasileira voltou a cair na segunda volta, sentiu dores no joelho e marcou apenas 1min51s65, obtendo a 19.ª colocação.

"Gostaria de ter ido melhor, de ter completado a pista. Mas meu objetivo não era completar mais ou menos, por isso tentei ir com tudo. Saio triste por não ter ido às finais, mas satisfeita por ter feito o meu trabalho", disse Isabel, em entrevista ao SporTV.

Isabel Clark era a maior expectativa do País nos Jogos de Vancouver porque, em 2006, na cidade italiana de Turim, havia conquistado o nono lugar nesta mesma prova, que é a melhor colocação de um brasileiro na história de uma Olimpíada de Inverno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.