Franck Robichon/Efe
Franck Robichon/Efe

Isadora Williams repete Jogos de Inverno e vira melhor sul-americana em Mundiais

Patinadora se destaca em competição em Saitama, no Japão, e consegue o 24º lugar

Redação, Estadão Conteúdo

22 de março de 2019 | 13h02

O Brasil conseguiu nesta sexta-feira em Saitama, no Japão, um resultado histórico para a patinação artística no gelo. Repetindo o seu resultado nos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, na Coreia do Sul, em 2018, Isadora Williams fechou a sua participação no Mundial da modalidade na 24.ª colocação e se tornou a melhor patinadora da América do Sul na competição.

Na final do programa livre feminino no Mundial, a brasileira somou 143,22 pontos - 88,02 do programa livre desta sexta-feira e 55,20 do curto, que foi obtido na fase de classificação na última quarta. A 24.ª colocação foi a última entre as finalistas.

A campeã mundial foi a jovem Alina Zagitova, de apenas 16 anos, com 237,50 pontos. A russa obteve a medalha de ouro na prova individual nos Jogos de PyeongChang-2018 e levou a prata por equipes. Em segundo lugar ficou Elizabet Tursynbaeva, do Casaquistão, com 224,76. O bronze foi para outra atleta da Rússia: Evgenia Medvedeva, com 223,80.

Aos 23 anos, Isadora Williams ainda não sabe se disputará os Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, na China, em 2022. A brasileira mantém a rotina de treinos e estudos nos Estados Unidos e conta com apoio do COB através da Confederação Brasileira de Desportos no Gelo (CBDG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.