Isaquias vai à final em único teste antes da Olimpíada

Sem competir desde agosto do ano passado, quando ganhou duas medalhas no Mundial de Canoagem Velocidade, Isaquias Queiroz voltou muito bem às competições, nesta sexta-feira. Com o melhor tempo tanto da bateria eliminatória quanto da semifinal, avançou à final do C1 1.000m na etapa de Diusburg (Alemanha) da Copa do Mundo de Canoagem Velocidade, único teste da equipe brasileira antes dos Jogos Olímpicos do Rio.

Estadão Conteúdo

20 de maio de 2016 | 15h20

Fora do C1 1.000m no Mundial do ano passado, para tentar classificar o Brasil em outras provas, Isaquias confirmou que é forte candidato à medalha na Olimpíada. Liderou com folga na eliminatória, com 3min54s920. O tempo não pode ser comparado com das outras baterias por conta da diferença no vento. Na semifinal, ele também venceu com tranquilidade, dessa vez com 3min58s707.

Seu grande rival pelo ouro tanto em Diusburg quanto no Rio é alemão Sebastian Brendel, que também venceu baterias na eliminatória e na semifinal. O mesmo vale para Serghei Tarnovschi, da Moldávia. Os três são os favoritos ao pódio na final, às 7h39 deste sábado, pelo horário de Brasília.

Também no sábado, às 8h49, o Brasil disputa a final do C2 200m, também com expectativa de medalha. Erlon de Souza e Ronilson Oliveira venceram a bateria eliminatória, pelo número de inscritos, avançaram direto à final. Essa prova, vale destacar, não é disputada nos Jogos Olímpicos.

Isaquias ainda volta à raia no sábado à tarde (16h29 locais, 11h29 de Brasília) para a disputa do C2 1000m, tendo Erlon de Souza como parceiro, assim como deve acontecer na Olimpíada. O baiano, principal esperança de medalha para o Brasil no Rio, não está inscrito para o C1 200m em Diusburg.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.