Eddie Keogh/Reuters
Eddie Keogh/Reuters

Isinbayeva confirma aposentadoria após Mundial de Moscou, em agosto

Russa é bicampeã olímpica no salto com vara, Atenas 2004 e Pequim 2008, e detém recorde 5,06 m

O Estado de S. Paulo com EFE

23 de julho de 2013 | 19h05

SÃO PAULO - A russa Yelena Isinbayeva, bicampeã olímpica no salto com vara, anunciou nesta terça-feira que vai se aposentar depois do Mundial de Moscou de atletismo, entre os dias 10 e 18 de agosto.

"Minha carreira terminará com absoluta certeza após o Mundial. Para mim será um momento triste. Por isso, tenho que desfrutar ao máximo (do Mundial). Tentarei demonstrar tudo o que sou capaz" disse a russa à imprensa local.

Isinbayeva revelou a notícia em uma conversa com as adversárias na final do Campeonato Russo de atletismo, em Luzhnikí. "Não seguirá até o Rio de Janeiro?", me perguntaram. Respondi que sou dez anos mais velha que elas e que, por isso, cabe a vocês seguir o meu caminho. Agora, o Mundial de Moscou. E acabou", anunciou.

A atleta, que voltou à Rússia em 2011 para treinar com o técnico Yevgueni Trofímov após ficar cinco anos na Itália, conquistou o título nacional com a marca de 4,75 m, na terceira tentativa, seguida por Anastasia Savchenko, com um salto de 4,60 m, e Angelina Krasnova, de 4,50 m.

No Mundial de Moscou, Isinbayeva enfrentará a americana Jennifer Suhr, campeã olímpica e dona do recorde mundial indoor (5,02 m), e a cubana Yarisley Silva, a única atleta do salto com vara que alcançou a marca de 4,90 m nesta temporada.

A russa, que detém o recorde ao ar livre com 5,06 metros, coleciona as medalhas de ouro conquistadas nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, e de Pequim, em 2008, e foi bronze em Londres, em 2012.

Entre as diversas honrarias, Isinbayeva ganhou o título o prêmio Príncipe das Astúrias de 2009 como principal esportista daquele ano. O Laureus, considerado o ''Oscar do Esporte'', saiu vencedora duas vezes: em 2007 e 2009 - também concorreu em 2008 e 2005.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismosalto com varaIsinbayeva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.