Isinbayeva já fala em saltar 5,20 m

Russa ganha ouro no salto com vara na Final Mundial e fala da nova meta

, O Estadao de S.Paulo

13 de setembro de 2009 | 00h00

A russa Yelena Isinbayeva prosseguiu ontem com sua rotina de vitórias no salto com vara. Ganhou o ouro na Final Mundial de Atletismo, em Tessalônica, Grécia. A brasileira Fabiana Murer ficou com a prata. Hoje, a competição termina e a grande expectativa é para a participação do jamaicano Usain Bolt nos 200 metros.

Isinbayeva é mesmo quem manda no salto com vara, apesar de ter fracassado no Mundial de Berlim. Depois, porém, bateu o recorde mundial na etapa da Golden League de Zurique, Suíça (5,06 m), e ontem venceu em Tessalônica com a marca de 4,80 m. Com o ouro garantido, tentou 5,07 m, um centímetro a mais que seu recorde mundial e não conseguiu.

Mas não perdeu a pose e garante que pode saltar muito mais alto ainda este ano - vai competir em Shanghai, China, e Daegu, Coreia do Sul. "Tive altos e baixos durante a temporada, por isso estou feliz com a vitória de hoje (ontem)"", disse a russa a atleta. "Porém, continuo achando que um salto de 5,20 m é possível.""

Fabiana garantiu a medalha de prata com 4,60 m e o bronze foi para a polonesa Monika Pyrek, com a mesma marca.

Nos 100 metros rasos, o americano Tyson Gay aproveitou-se da ausência de Bolt e venceu, com 9s88, após acirrado duelo com o jamaicano Asafa Powell, que esteve à frente durante boa parte da prova, mas fez 9s90 e ficou com a prata. "Eu não sabia se seria capaz de me recuperar. Mas dei tudo de mim nos último metros e consegui."" O americano Darvis Patton, com 10 s, ganhou a medalha de bronze.

Outro favorito que comemorou vitória foi o etíope Kenenisa Bekele, no 3 mil metros. Fez 8min03s79, deixando o americano Bernard Lagat em segundo, com 8min04s.

No salto triplo masculino a vitória foi do cubano David Girat, com 17, 45 m. Jadel Gregório, com 15,38 m, ficou somente em oitavo. A brasileira Keila Costa obteve o sétimo lugar no salto em distância (6,53 m). Com 7,08 m a americana Brittney Reese ficou com ouro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.