Kai Pfaffenbach/Reuters
Kai Pfaffenbach/Reuters

Isinbayeva nega aposentadoria e projeta competir no Rio em 2016

Plano a curto prazo da atleta russa do salto com vara, porém, é ser mãe

AMANDA ROMANELLI - Enviada especial, Agência Estado

11 de agosto de 2013 | 14h52

MOSCOU - A aposentadoria de Yelena Isinbayeva não é definitiva. A saltadora, que está classificada para final do salto com vara de terça-feira, em Moscou, disse que seu próximo objetivo é se tornar mãe no ano que vem. Após realizar o desejo, ela afirmou que quer, sim, competir na Olimpíada de 2016.

"Meu objetivo agora é ser mãe, mas eu quero muito competir a Olimpíada no Rio", declarou a russa após a prova deste domingo. "O clima em 2016 será incrível, fico imaginando como será a cerimônia de abertura, com as músicas brasileiras, o samba. Definitivamente, quero muito estar lá."

Isinbayeva anunciou que daria o adeus ao atletismo após ganhar o Campeonato Russo, no mês passado. Mas seu técnico, Evgeniy Trofimov, tinha dito que esperava uma aposentadoria momentânea. A saltadora, pelo visto, mais uma vez voltou atrás, já que após a Olimpíada de Londres, havia confirmado sua presença nos Jogos que serão realizados no Brasil.

A atleta justificou que a imprensa mundial teria compreendido suas declarações de forma equivocada. Seu objetivo é apenas deixar de competir por alguns meses para poder ter um filho. Depois da gestação, ela pretende retomar os treinos para avaliar sua condição física. Se conseguir competir em alto nível, deverá estar no Rio daqui a três anos.

A repórter viaja a convite da IAAF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.