Isinbayeva segue atrás do pote de US$ 1 mi

Vencedora das três etapas anteriores da Golden League, a saltadora russa Yelena Isinbayeva ganhou mais uma e segue como favorita ao prêmio de US$ 1 milhão oferecido pela organização. Dividem a bolada os atletas que vencem as seis etapas da competição na temporada - em 2008, a queniana Pamela Jelimo foi a única a conseguir o feito, levando todos os ouros dos 800 m. Isinbayeva já levou o chamado jackpot em 2007, quando dividiu os cerca de R$ 1,9 milhão com a norte-americana Sanya Richards, dos 400 m. Nesta temporada, a duas etapas do fim, a dupla concorre novamente ao prêmio - além delas, apenas o etíope Kenenisa Bekele (3.000 m ou 5.000 m) e a jamaicana Kerron Stewart (100 m) também têm chance.Ontem, a russa faturou mais uma etapa com a marca de 4m65, no Stade de France. No 5.º lugar, Fabiana Murer saltou 4,45 m e ficou bem abaixo dos 4,82 m que obteve no Troféu Brasil, em junho, batendo o recorde sul-americano da prova. A medalha de prata em Paris ficou com a russa Svetlana Feofanova (4,55m) e o bronze foi da polonesa Anna Rogowska (4,55m).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.