Itajahy vence torneio no hipismo

O cavaleiro Vítor Alves Teixeira, com vaga já assegurada para a Copa do Mundo de Leipzig, na Alemanha, em maio, foi o sexto colocado, neste domingo, com Cactus, no Grande Prêmio (com obstáculos a 1,50 metro de altura) do Visa Indoor de Saltos, na Sociedade Hípica Paulista, última seletiva para a competição na Alemanha. Vítor não dependeu do resultado para obter sua sétima classificação pela Zona Sul-Americana. O chileno Joaquim Lorrain ficou com a segunda vaga reservada aos sul-americanos para a Copa do Mundo. O GP deste domingo foi vencido pela amazona Cláudia Itajahy, montando Unibanco/Van Gogh, sem faltas, no tempo de 38s10. Dos 46 conjuntos que entraram na prova, apenas 8 se classificaram para o desempate. Na segunda passagem, só o conjunto de Cláudia e o formado por Ivan Camargo/Hobby Horse Ás de Copas conseguiram zerar o difícil percurso. Ivan foi segundo no GP, com 38s87. Vítor, de 43 anos, disse que Cactus, da raça alemã holsteiner, teve "desempenho abaixo do esperado no GP, mas ainda pode crescer na temporada de 2002". Cactus e o veterano Jolly Boy são os cavalos que Vítor pretende levar para a Alemanha, em maio. "Quero ir à Copa do Mundo e, se estiver bem montado, brigar por vaga na equipe brasileira para o Mundial, em setembro." O cavaleiro Bernardo Rezende Alves, de 26 anos, que neste domingo montou Ability e cometeu duas faltas (não foi ao desempate), volta para a Bélgica na quarta-feira, também pensando em obter vaga na equipe brasileira que vai ao Mundial de Jerez de la Fronteira, na Espanha. Bernardo, que não disputou as seletivas para a Copa, faz sua primeira temporada na Europa este ano e, até dezembro, ainda vai saltar em Berlim, Munique e La Coruña.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.