Itália detona Fifa por derrota no Mundial de futsal

A seleção italiana de futsal ficou revoltada com a validação do gol que garantiu a Espanha na final do Mundial. O árbitro cubano Antonio Alvarez e o auxiliar Elix Peralta, do Panamá, validaram um gol contra de Adriano Foglia mesmo com o cronômetro zerado. Os italianos não pouparam a Fifa. "É impressionante como a Fifa não tomou uma medida. Este fato abala a credibilidade do campeonato. A semifinal do Mundial foi decidida com um gol fora do tempo. É muito fácil jogar a responsabilidade toda no árbitro", afirmou Alessandro Nuccorini, técnico da Itália"A Fifa não pode cometer o erro de colocar árbitros de países inexpressivos no futsal para apitarem um clássico como Espanha contra Itália", criticou Grana, capitão italiano. "Tinha que ter escolhido um argentino ou um juiz europeu."Foglia estava inconsolável. "Fui de herói a vilão em uma única partida", comentou. "Fico muito triste com este resultado. Não sabemos se foi merecido ou não. Mas jogamos muito bem. Tenho que levantar a cabeça e entender que isto acontece no esporte."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.