Itália e Alemanha querem sediar Jogos

Itália e Alemanha anunciaram hoje suas intenções de se candidatarem a realizar os Jogos Olímpicos de 2012, um dia após a cidade de Pequim, na China, ser eleita pelo Comitê Olímpico Internacional a sediar os jogos de 2008. O interesse leva em consideração a convicção de ambos os países de que cidades européias tenham grandes chances nesta próxima oportunidade.?Não há outra alternativa. Do contrário, não teremos outra oportunidade em muito tempo?, disse o vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, um dirigente alemão. Além disso, África e América do Sul nunca organizaram os jogos, o que leva os dirigentes a se movimentarem rápido, temendo que no futuro seja mais complicado trazer as Olimpíadas para a Europa.A Alemanha citou as cidades de Duesseldorf e Stuttgart, que enviaram observadores à assembléia do COI em Moscou. Também são pré-candidatas as cidades de Frankfurt, Leipzig, Hamburgo e Berlim. Na Itália, o primeiro ministro Silvio Berlusconi, o prefeito de Roma, Walter Veltroni e o presidente do Comitê Olímpico Italiano, Gianni Petrucci, deram apoio irrestrito à candidatura de Roma. Porém, o prefeito de Milão, Carlo Tognoli, disse que a cidade analisa a idéia de também se candidatar.O COI escolherá a cidade anfitriã dentro de 4 anos, e se espera que as cidades que perderam a disputa com Pequim mantenham suas candidaturas: Paris, Istambul, Osaka e Toronto. Além disso, outras cidades podem entrar na briga, tais como Londres, Madrid e Moscou. Além disso, com a derrota de Toronto, a candidatura de alguma cidade americana poderia ganhar força. Os americanos devem eleger no próximo ano a cidade que representará sua cidade candidata. Na disputa estão Dallas, Houston, Los Angeles, Nova York, São Francisco, Tampa, entre outras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.